quarta-feira, 2 de outubro de 2013

A loucura nuclear iraniana

 - Por toda a Europa, Portugal incluído, não faltam experts de coisa alguma que afiançam que o Irão está cheio de boa vontade e que com o seu programa nuclear não vai atacar ninguém. Em que se baseiam eles? Numa coisa: se Rohani é contra os Estados Unidos e contra Israel, só pode ser um anjo. 

É pena que as nulidades que actualmente dominam a Política no Mundo Livre não possam ouvir o que o massacrado povo iraniano tem para lhes contar.

 Se o Irão levasse em frente o seu programa nuclear (não leva, que há quem o impeça), cumpriria a sua ameaça de destruir Israel. «Apenas Israel, que bom!» - diriam os brilhantes pensadores pacifistas ocidentais. Nem queiram saber as ondas de  choque que isso traria. Quando fossem à bomba para abastecer a 'bomba', e dessem com ela seca, lá se ia o pacifismo num ápice. É gente bem intencionada, que crê na propaganda e em ladainhas insípidas de hippies esquerdistóides de sandálias, mas  que desconhece em absoluto o Irão, o Islão, a dinâmica do Médio-Oriente e o mundo real em geral. Esperemos que não venha a aprender da forma mais dura.

Para os experts europeus, o Irão moderado só quer destruir Israel!
Uma série de pseudo "especialistas" em Irão e Islão tentam explicar que Rohani, o novo presidente do Irão, é um moderado, em comparação com Ahmadinedjad. Em relação ao Irão e seus mulás, seria melhor começar por escutar o conselho dos "especialistas em Manhattan", que seria, provavelmente, menos errado, sobre a súbita "moderação" do Irão após a eleição de Rohani.Infelizmente  os nossos famosos "especialistas" europeus não compreendem muito nem o Irão nem islamismo xiita, ainda que estes não escondam o seu desejo de hegemonia sobre o resto do mundo. Estes são os mesmos especialistas que assessoram Holande e Fabius, São exactamente as próprias pessoas que estão sempre errados sobre o mundo árabe e os seus ditadores, que levaram a França a tornar-se a campeã do mundo de "lambe-botismo"
São estes especialistas que nos tentam convencer de que tudo está bem, porque o Irão não quer destruir o Ocidente ou os EUA, mas apenas Israel !Barack Hussein Obama já mostrou no caso do bombardeio químico na Síria que é apenas um tigre de papel. Ele destruiu a credibilidade da América, que já não é a polícia do mundo. Putin aproveitou e levou a melhor junto da ONU no caso da Síria. Obama, num grande esforço para se curvar e para ridicularizar um pouco mais, chamou Rohani !É agora claro que Obama não vai levantar um dedo contra o perigo nuclear iraniano. A Arábia Saudita e países do Golfo, que temem a loucura nuclear iraniana, entenderam isso, e estão a voltar-se para outros aliados mais confiáveis, ​​como a China.François Hollande mostrou que a França ladra mais do que morde. Ele não hesitou em seguir o exemplo de covardia contra o perigo nuclear iraniano e deixou que o muito moderado presidente iraniano lhe acertasse o passo. Hollande vai mesmo apertar-lhe a mão!Para a diplomacia ocidental, Rohani e o moderado Irão deixaram de ser um perigo, porque eles só querem destruir o Estado Judaico ...
Uma imagem para ilustrar tudo isto:
 
 Fonte: Europe-Israel

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.