quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Jornais sérios e blogues obscuros

Atenção: o vídeo contém imagens que alguns podem achar perturbadoras:


Fomos à procura nos jornais de referência, nos jornais sérios, e nada. Mas compreende-se. O Público, por exemplo, tem coisas mais importantes a noticiar. Como por exemplo a alegada perda de popularidade do Facebook, que lhe merece artigo atrás de artigo... Possivelmente, e vendo melhor. se calhar este atentado terrorista nem aconteceu. Ou se aconteceu, é como se não tivesse acontecido. Afinal, se não vem nos jornais de referência, e apenas em "blogues obscuros" como este, não aconteceu. Além do mais, é sabido que fazer atentados terroristas em nome de Alá, é uma característica cultural que se deve respeitar. Enquanto que falar dos mesmos, é "incitar o ódio".
"Porta-vozes do supremacismo islâmico constantemente insistem que qualquer conexão entre o Islão e o terrorismo é incidental - há terroristas que por acaso são muçulmanos, mas não assassinos que são movidos a matar por textos e ensinamentos islâmicos de pregadores radicais. Esta tese é contrariada pelas declarações que praticamente todos os jihadistas islâmicos que já emitiram nos seus comunicados, e aqui a contradição é graficamente ilustrada."
- in jihadwatch
"Ataque a centro comercial no Quénia: filmagem arrepiante dentro do estabelecimento, mostra os terroristas a abaterem pessoas aleatoriamente"
John Hall para o Independent, 17 de Outubro
  Novas e chocantes imagens da CCTV mostram os terroristas abatendo ao acaso os clientes durante o ataque ao centro comercial Westgate, no Quénia, no mês passado.

    Num vídeo obtido pela CNN, um homem pode ser visto a esconder-se atrás de um quiosque de supermercado quando os terroristas invadem o estabelecimento.

    Enquanto os compradores fogem para salvar as suas vidas, um terrorista casualmente  aproxima-se do homem encolhido e dispara uma bala à queima-roupa.

    No segmento seguinte, o homem é visto a contorcer-se em agonia, deitado numa poça do seu próprio sangue. O atirador regressa e dispara mais tiros contra a vítima. Acredita-se que o homem morreu em consequência dos ferimentos.


    Noutra parte da filmagem da CCTV, uma família britânica - incluindo um menino de quatro anos que se notabilizou por ter dito a um dos terroristas que ele era "um homem muito mau" - são mandados sair por um dos terroristas.

    Uma mãe e os seus filhos são autorizados a sair. A mãe - que já tinha sido baleada na coxa por um terrorista - leva os filhos feridos num carrinho de compras. Atrás dela, segue uma adolescente encharcada de sangue, aterrorizada, e dois terroristas.

    O filme também mostra os terroristas calmamente conversando ao telemóvel, enquanto batem o centro comercial em busca de novas vítimas. O grupo terrorista al-Shabaab, filiado na al-Qaeda e com base Somália, insiste que manteve contacto com os homens durante todo o ataque.

 
Nos  raros períodos de silêncio, durante o cerco de quatro dias, os terroristas islâmicos  são vistos revezando-se para ajoelhar e rezar, enquanto os colegas, empunhando espingardas de assalto, ficam de guarda.


Alguns «sites obscuros» que se ocupam do levantamento do terrorismo islâmico:

A actual jihad (guerra santa islâmica) em que estas acções se inserem, começou com os atentados de 11 de Setembro de 2001, celebrados efusivamente no mundo islâmico:




Segue-se a lista possível dos atentados terroristas islâmicos ocorridos desde esse dia:


LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2004

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2005

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2006

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2007


LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2008

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2009

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2010

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2011

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2012

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2013 (1º SEMESTRE)

2 comentários:

  1. O problema é que na maioria dos países, só os bandidos e terroristas naõ são impedidos de terem armas. Então, eles agem desimpedidos, sabendo que não enfrentarão resistência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo e acrescento: armas e um código penal favorável. Os legisladores, os políticos e os juízes , são geralmente pessoas que conhecem o mundo real dos livros, ou de ouvir falar; não sabem o que é a mente criminosa. Especialmente a geração Maio de 68, acredita em contos de fadas sociológicos.

      I.B.

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.