quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Retaliação ?

  
Multidões enraivecidas queimam bandeiras norte-americanas nas ruas e exigem o regresso do terrorista Abu Anas al-Libi à Líbia. 

O primeiro-ministro líbio foi sequestrado, cinco dias após comandos americanos terem detido um terrorista da al-Qaeda, o jihadista al-Libi. Já foi libertado.


"Líbia: grupo ex-rebelde diz que deteve o PM Zeidan"
AFP, 10 de Outubro:
    Tripoli ( AFP) - Um grupo de ex-rebeldes da Líbia, disse quinta-feira ter "detido" o primeiro-ministro Ali Zeidan, depois de este ter sido capturado por homens armados num hotel de Trípoli, em ataque ocorrido durante a madrugada.

    A célula de operações revolucionárias, que supostamente se dedica à defesa nacional, disse no Facebook que tinha detido Zeidan "por ordem do Ministério Público".

    O P.M. "foi preso sob o código penal líbio e em cumprimento de instruções do Ministério Público", disse o grupo.

  O terrorista Abu Anas al-Libi

    O rapto vem cinco dias após comandos americanos terem envergonhado e indignado o governo da Líbia, capturando o terrorista da Al-Qaeda Abu Anas al-Libi nas ruas de Trípoli, e levando-o depois num navio de guerra.

    "O chefe do governo de transição, Ali Zeidan, foi levado para um destino desconhecido por razões desconhecidas, por um grupo de homens que se acredita serem ex-rebeldes", disse o governo n um breve comunicado no seu site.


    Uma fonte do gabinete do primeiro-ministro disse que Zeidan tinha sido sequestrado no Hotel Corinthia, em Trípoli, onde reside.

    "Um grande número de homens armados entrou no hotel na quinta-feira. Mas nós não sabíamos o que estava a acontecer", disse um funcionário do hotel à AFP, falando sob anonimato ....

1 comentário:

  1. É o resultado da "primavera árabe" o país está mergulhado no caos. Foi de mal a pior...

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.