segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Muçulmanos mostram REALIDADE de Gaza!

Este é um vídeo que mostra como o bando terrorista islâmico Hamas trata a população de Gaza. Espancamentos, execuções, perseguições, por motivos tão absurdos como ouvir música ou dançar, são moeda corrente, sob o regime do Hamas, tão fundamentalista como dos famigerados taliban. 



Há literalmente centenas de notícias sobre Israel e a jihad islâmica com que deparamos todos os dias, na nossa vista de olhos rotineira sobre o que vai pelo Mundo, e que deixamos passar, por manifesta impossibilidade de vos contar tudo, neste pequeno blog. Mas jamais deixámos passar uma notícia positiva que fosse, sobre muçulmanos que se manifestassem pela paz, pelo direito dos "infiéis" à vida, e contra a jihad (a "guerra santa" islâmica).

Há muçulmanos e não-muçulmanos, em Gaza, que arriscam a vida para fazer chegar estes documentos ao Ocidente. PARA ACORDAR O MUNDO!

O narrador, que é muçulmano e árabe, comenta as atrocidades, mostra vídeos relacionados, e pergunta, como nós fazemos tantas vezes:

Como é possível a população muçulmana de todo o mundo apoiar e votar em partidos e grupos terroristas?

Como é possível a população muçulmana de todo o mundo não se manifestar, NUNCA, contra o terrorismo islâmico e  contra os genocídios promovidos pelos extremistas?

Como é possível a população muçulmana de todo o mundo celebrar ataques terroristas como os da Al-Qaeda, ou os do Hamas contra Israel?

Como é possível a população muçulmana de todo o mundo aplaudir o massacre de israelitas?

Como é possível a população muçulmana de todo o mundo afirmar que Israel mata as crianças de Gaza, quando são os terroristas do Hamas e outros radicais que matam as crianças israelitas?

Como é possível a população muçulmana de todo o mundo apoiar que em Gaza e noutros locais do mundo islâmico se doutrinem as crianças no ódio, que estas sejam usadas como escudos humanos, como atiradores e como bombistas suicidas?
Como é possível a população muçulmana de todo o mundo continue a defender a "Palestina", quando tal país jamais existiu, e a sua invenção é apenas um pretexto para atacar extinguir a quadrimilenar nação de Israel e exterminar os Judeus?
Etc.. 

A resposta a este muçulmano justo, é que aqui no Ocidente há PALHAÇOS sem graça que aplaudem as sangrentas PALHAÇADAS dos fanáticos islamistas. Se não tivessem esta audiência, e a cumplicidade dos nossos desgraçados jornalistas PALHAÇOS, não haveria espectáculo! A culpa, caro amigo, não é toda, portanto, dos muçulmanos.  

2 comentários:

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.