quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Ser judeu em Paris... e em Jerusalém!





Ser judeu em Paris
Com tsitsit e kipá *, um correspondente da NRG foi filmado deambulando por Paris durante 10 horas. Este vídeo mostra a realidade no terreno para o povo judeu em Paris - abusos, insultos e ataques verbais.
* - Tsitsit são aquelas "cordinhas" à cintura e "kipá" é o chapelinho redondo.

A situação em Paris é muito desagradável para os judeus. Este correspondente da NRG passou as 10 horas de caminhada em silêncio ao redor da cidade e parece milagre não ter sido atacado, ou pior. Este vídeo é verdadeiramente chocante. Ódio e preconceito como estes não deveriam ser tolerados em nenhum lugar do mundo. Porque há-de um homem  ser cuspido, insultado, ameaçado ou atacado, apenas por ser judeu? Ou de qualquer religião?

Só em França, foram registados 851 ataques anti-semitas  no ano passado. Sem dúvida, muitos mais aconteceram que não foram relatados. Também digno de nota é o facto de que a maioria do ódio que este vídeo mostra vem de moradores muçulmanos de Paris. Não é apenas ódio a Israel; é anti-semitismo puro.
United With Israel
Mas ser judeu em Israel (no pequenino território que hoje é Israel, já que 88% de Israel foi dado de mão beijada aos Árabes e chama-se hoje Jordânia) não é muito diferente. Veja como são tratados os judeus nas ruas de Jerusalém:


Perguntamos: que outro país do mundo permitiria oferecer 88% do seu território de mão beijada em troca de uma paz que nunca veio, andar décadas a negociar com aldrabões terroristas, e manter colonos hostis e terroristas no seu território?
Só Israel!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.