quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Ken Buda e o seu Joelho Pneumático



Eu bebo cerveja!


Viram no post anterior o pobre do Miguel Guilherme a admitir que a sua companhia de Teatro se voluntariou para pagar a jiziyya (ou lá como se escreve essa merda*), para não levarem um tiro? É o estado em que o Mundo está. Tão dramático que parece comédia.


Eu sou um neo-conservador. O que vem a ser isso? Pedindo emprestada a imagem a Olavo de Carvalho (pausa para as pessoas que pensam por slogans levantarem o cartaz "Olavo acredita em Astrologia"), um conservador é alguém que acha que é boa ideia conservar um membro doente e recuperá-lo, em vez de o amputar só porque está doente.

Um conservador é alguém que compreende que a estrutura civilizacional das sociedades é uma construção milenar, e que é arriscado atirar as instituições todas para o caixote do lixo em nome de slogans vagos como "Revolução", "Igualdade", "Relativismo Moral", e afins. Sobretudo quando se sabe, comprovadamente, que dá asneira.

Um neo-conservador é alguém que muito possivelmente já foi atraído pelas utopias da esquerda, mas que tomou consciência de que o Che Guevara foi um psicopata assassino, de que o Comunismo causou mais de 100 milhões de mortos no século XX, e de que os comunistas e a extrema-esquerda em geral são a espécie realmente perigosa de conservadores - porque conservam membros completamente gangrenados e amputam os sãos.


Um neo-conservador é alguém que tem alergia a hippies. Àqueles estilo "Okupa" e Festa do "Avante!" porque são criminosamente burros, cheiram mal e são hipócritas. Aos das elites do Bloco de Esquerda e do PAN, porque são criminosamente burros, cheiram mal e são hipócritas.


Um neo-conservador é um verdadeiro "comunista" na acepção mais pura do termo - é alguém que não faz o favor de "tratar todos por igual, até a empregada doméstica", como dizem as elites da esquerda,  porque é alguém que sabe que todos são iguais. 

O que chateia um neo-conservador são pequenas coisas, pormenores dispiciendos como haver ideologias que matam, torturam, estupram, sequestram, crucificam, queimam e enterram pessoas vivas. Minudências desse género.

Tipo Islão. Mas o Comunismo e o Nazismo não são melhores. E eu acho que os três deviam ser proibidos. Quem no Mundo Livre quisesse impor o Islão, seria imediatamente enviado para o Irão ou para o Iémen. Quem quisesse impor o Comunismo, seria largado (com pára-quedas, claro) na Coreia do Norte. E quem quisesse impor o Nazismo ganharia uma viagem paga, só de ida, para prisão perpétua com trabalhos forçados.

Eis o quão estúpido e abrutalhado eu sou! Pois se eu nem aceito os códigos morais de outras culturas que as mandam decapitar-me porque sou cristão - uma desgraça nunca vem só; além de conservador, ainda sou cristão! Pior que tudo: não sou anti-semita e até gosto de Israel!

 Vamos fazer uma pausa para os hippies vaiarem...

 - BOOOOOO!!!! BOOOOOOO!!!! BOOOOOOO!!!! PORCO FÁSSSSISTA!!!! ASSASSINO!!!! CAPITALISTA!!!!!


(Pronto, já acalmaram e já estão a acender outra broca...Não façam barulho senão eles acordam e desatam a falar da dentadura do puletariado e assim).
E também tomo banho todos os dias (às vezes mais que uma vez) e quando ouço a canção do "brilhozinho nos olhos" ou a do "cachimbo de água" e do "astrolábio dos beduínos", ou quando vejo guedelhudos a berrarem que querem "mais dinheiro pá cultura, pá!", dá-me vontade de pegar numa caçadeira e desatar aos tiros contra as paredes (mas não o faço, porque sou conservador e estimo as paredes).

Pois a noite vai ligeira, meus semelhantes, no último quarto de hora parece que a Religião da Paz não fez nenhum massacre, só uma decapitaçãozita aqui e um estuprozito colectivo ali, de modo que estamos num post ameno. E eis pois um top de três provas evidentes de que o politicamente correcto e essas coisas, enlouqueceram o Mundo.

- Porquê precisamente TRÊS? - pergunta uma pessoa imaginária.

Porque é a conta que Deus fez, respondo eu, para irritar ainda mais os Bloquistas, os PANistas e outros, que são todos ateus (menos em relação ao Islão, claro!).


***** NÚMERO 1 *****

- Combate ao terrorismo. Itália vai dar €500 a cada jovem para gastar em cultura



"Segundo a edição de hoje do jornal "Financial Times", o Executivo italiano vai mobilizar um total de dois mil milhões de euros e ações de combate ao terrorismo. Metade desse valor será aplicado em medidas de segurança e defesa. Os restantes mil milhões de euros serão investidos em programas culturais.

Esse programa será dedicado nomeadamente a bairros de periferia de grandes cidades onde existem problemas de desinserção social. Além disso, serão distribuidos cheques no valor de €500 a jovens de 18 anos, que poderão ser gastos em museus, concertos e teatros. A ideia de Renzi é reforçar o sentimento de estes jocens serem "guardiões" do património cultural italiano. 

"Eles imaginam terror, nós respondemos com cultura. Eles destroem estátuas, nós amamos a arte. Eles destroem livros, nós somos o país das livrarias", afirmou o primeiro-ministro italiano, citado pelo Financial Times, referindo-se aos terroristas do Daeshm o autoproclamado Estado Islâmico, que perpetraram os atentados de Paris."
- EXPRESSO, 25/11/2015

***** NÚMERO 2 *****

Encontro de irmãos muçulmanos:  Ahmed 'Clockmed' Mohamed e Barack Hussein.
O malandrete construiu uma réplica de uma bomba-relógio igualzinha à que os terroristas islâmicos usam, levou-a para a escola, fez todo o possível para causar um alarme de bomba, conseguiu-o, recebeu desculpas oficiais, convites para a Casa Branca, para sessões solenes nas principais instituições norte-americanas, foi inundado de presentes por parte das mais famosas companhias de Informática, foi adulado pelo planeta inteiro, foi recebido em glória pelo terrorista da Casa Branca, mas isso não lhe chegou.
Quatro posts recheados de informação foram quantos dedicámos a este caso nauseabundo:

Mohamed e a Bomba - 1

Mohamed e a Bomba - 2

Mohamed e a Bomba - 3

 Mohamed e a Bomba - a Bomba final


***** NÚMERO 3 *****

Almohammad (na imagem) é mais um dos terroristas do Massacre de Paris que se descobriu ter entrado na Europa como "migrante", tendo recebido todo o apoio dos otários, perdão, dos europeus.

Na sequência deste escândalo, a Suécia (vice-campeã mundial de estupros de mulheres e crianças - adivinhem quem os comete) resolveu abrandar um bocadinho o ritmo da invasão islamista.

A Vice Primeira-Ministra da Suécia (que não deitou uma lágrima pelas vítimas do terrorismo islâmico), do Partido Verde, desfez-se em lágrimas quando fez a triste comunicação:



Invasão Islâmica: o Fim da Europa 

A Invasão que eles escondem

 Os Cagalhões Desprezíveis


Estas lágrimas significam muita coisa - complexos de culpa burguesa, complexos de inferioridade ocidental, desejos ocultos de submissão e outras coisas Freudianas; mas significam, num plano prático e imediato, que o novo "proletariado" - os muçulmanos - que são votos garantidos à esquerda, vão demorar mais a ajudar a demolir o edifício capitalista e decadente da "sociedade patriarcal e reaccionária do 'Homem Branco'". Pá.

Para a senhora Ministra e para os hippies, eis os códigos éticos diferentes dos nossos, porém não menos válidos:

BÓNUS

 

Como já deve ter reparado, o Mundo está alerta de terrorismo há quase duas semanas. Não nos referimos a paísezecos como Israel, o Mali, a Síria, o Iraque ou a Tunísia, que são todos os dias pasto do terrorismo islâmico. Falamos Europa, onde vivem seres humanos de primeira classe, como a senhora vice Primeira-Ministra da Suécia, como a Marisa Matias, como o Chico Louçã.

O que faz a ONU? 

Tem preparadas para a próxima segunda-feira 20 resoluções contra Israel. 

Nós também achamos que é um escândalo que os israelitas não se deixem matar como deve ser!

(Não diga a ninguém, mas a ONU, hoje em dia, é uma associação de malfeitores, dominada pelas ditaduras islamistas e comunistas - o UN MOVIE é cada vez mais difícil de encontrar, porque é retirado por essa máfia (sem ofensa para a italiana, que ao pé desta são meninos de coiro).

ESCLARECIMENTO ADICIONAL


Não sabe o que são "Ken Buda e o seu Joelho Pneumático"? Então não é um neo-conservador. Os neo-conservadores gostam muito de Ken Buda e do seu Joelho Pneumático: 



E também de Brian Islam e Brucie.

Se você acha que todos os gajos que têm pinta nas Artes são da esquerda psicótica, olhe que não. O John Cleese dos Monty Phyton diz aqui duas verdades - óbvias, mas tem a coragem de as dizer:

- Londres já não é inglesa (é islâmica).
Você votou no Bloco, e consequentemente trocou o seu cérebro por um haxe libanês ou um pin do Che Guevara ou um bilhete para o Manu Chao? Então veja este vídeo a partir do minuto 2:45, que apareço eu, em pessoa, a explicar o meu ponto de vista de forma resumida:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.