quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Yaakov e Netanel



"Ninguém se deve sentir seguro se não se se submeter, e aqueles que se recusam a submeter devem pagar um preço elevado. O objectivo do nosso movimento é transformar o mundo numa série de desertos em que apenas aqueles sob nosso domínio desfrutarão de segurança."

O site The Religion of Peace/ A Religião da Paz, dedica-se a compilar os ataques terroristas islâmicos, recolhendo sobre cada um deles todas as referências possíveis: as que vêm nos media dos diversos países atingidos pelo flagelo jihadista.
Este site (um dentre os milhares que cumprem a mesma penosa tarefa), publica as listas diárias, semanais, mensais, semestrais e anuais do terrorismo islâmico (que constitui quase 100% do terrorismo global) com todos os pormenores possíveis.
Estas são as contas provisórias de Outubro de 2015:
 
 Relatório Mensal da Jihad
Outubro, 2015

 Ataques Jihadistas
195
 Países:
31
 Allah Akbars*:
40
 Mortos:
1564
 Feridos Graves:
173
* Allah Akbars são ataques suicidas

Em Israel, durante o mês de Outubro, os terroristas islâmicos perpetraram 48 esfaqueamentos, 5 atropelamentos, 5 ataques a tiro, mataram 11 israelitas e feriram 132. As contas não foram mais trágicas porque Israel vive há 70 anos no mesmo alerta em que a Europa vive desde sexta-feira.

Yaakov e Netanel Litman, pai e filho, foram assassinados por terroristas islâmicos, em Israel.

Na mesma sexta-feira dia 13 de Novembro em que se deu o massacre de Paris, o Rabino Yaakov Litman e o seu filho Netanel, de 18 anos, foram assassinados por um grupo de terroristas islâmicos que abriram fogo contra o carro em que viajavam. Iam a caminho de uma festa para celebrar o noivado da filha de Yaaacov. Três filhos mais novos ficaram feridos no ataque. E órfãos de pai.  
Uma ambulância do Crescente Vermelho passou pelo local, viu os mortos e os feridos e seguiu viagem. Apenas mais um episódio da presente onda de terrorismo em Israel. E no Mundo. E mais duas vítimas mortais para uma lista de interminável.
Foram sepultados na noite de sábado:



Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.