quarta-feira, 25 de maio de 2016

Irão quer destruir Israel em menos de 8 minutos. Obama apoia.


AMEAÇA IRANIANA: Irão adverte que pode destruir Israel em menos de 8 minutos
Um militar iraniano advertiu que o Irão está pronto para destruir a "entidade sionista" em oito minutos, se o aiatolá emitir a ordem.

Ahmad Karimpour, conselheiro sénior da unidade de elite militar do Irão, disse que a Guarda Revolucionária pode "apagar o regime sionista em menos de oito minutos", se o líder supremo Ali Khamenei (na imagem) der a ordem, segundo a agência semioficial de notícias Fars.

"Se as ordens líder supremo forem executadas com as capacidades e os equipamentos à nossa disposição, destruiremos o regime sionista em menos de oito minutos", disse  Karimpour.

Khamenei reiterou o seu objectivo de destruir o Estado de Israel, ao qual se refere como "a entidade sionista", e a República Islâmica tem vindo a aumentar a sua capacidade nuclear militar, apesar do acordo nuclear assinado com as seis potências mundiais, e pela administração Obama, no Verão passado.

No início deste mês, não pela primeira vez, o Irão testou um míssil balístico de alta precisão que pode atingir Israel.

O míssil supostamente tinha um alcance de 2.000 km e uma precisão máxima de oito metros, disse o vice-chefe do Estado Maior das Forças Armadas iranianas, brigadeiro-general Ali Abdollahi.

"Há duas semanas, testámos o lançamento de um míssil com um alcance de 2.000 quilómetros e uma margem de erro de oito metros", disse Abdollahi numa conferência científica em Teerão.

Também este mês, Ben Rhodes, assessor de política do presidente dos EUA, Barack Obama, vangloriou-se sobre como ele e sua equipa tinha manipulado o público com informações "enganosas ou falsas" para angariar apoio para o acordo nuclear de Julho do ano passado com o Irão.

Também foi revelado que o Fundo Ploughshares, um grupo próximo da Casa Branca, colaborou no acordo nuclear do Irão, dando centenas de milhares de dólares a organizações influentes, incluindo a J Street, e a proeminente meios de comunicação, a fim de 'vender' o acordo nuclear com Irão ao público.

Via UNITED WITH ISRAEL

 Clique e subscreva a newsletter em Espanhol:

http://unitedwithisrael.org/es/


 - O regime iraniano continua diariamente a emitir ameaças de destruição de Israel, dos Estados Unidos e de todo o Mundo Livre.

- O terrorista muçulmano queniano Barack Hussein Obama enganou o Mundo para poder assinar este acordo nuclear (pela sua vaidade, para servir o Islão, para ajudar a destruir Israel, por ambas as razões, ele lá saberá porquê).

- Os media, tão críticos de George Bush, nada dizem. Os comentadores louvam o terrorista Hussein Obama e tecem louvores à "moderação" do Irão. Eles lá saberão porquê.
 
TERRORISTA TRAIDOR - Barack Husein Obama, também conhecido como  Barry Soetoro, Bari Malik Shabazz, Harrison J. Bounel, etc.. Ninguém sabe onde nasceu, de onde veio, quem é realmente. Um aliado assumido da Irmandade Muçulmana, qu por diversas vezes jurou publicamente fidelidade ao Islão. Um cúmplice do genocídio dos cristãos. 


Veja mais sobre OBAMA e sobre o IRÃO.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.