quarta-feira, 24 de maio de 2017

Após o massacre islamista de Manchester, tropas do Reino Unido ocupam... o Reino Unido!



"Reino Unido desloca tropas após ataque, o risco agora 'crítico': May," Reuters, 23 de Maio de 2017:

    As forças armadas britânicas serão deslocadas para aumentar a segurança, disse a primeira-ministra Theresa May na terça-feira, quando o país levantou a sua ameaça terrorista ao mais alto nível, de "crítica", após um ataque suicida em Manchester que matou 22 pessoas, incluindo crianças.

    May disse que os membros das forças armadas seriam posicionados em locais chaves para libertar a Polícia para patrulhas e o pessoal militar poder ser desdobrado em eventos públicos, tais como concertos e eventos desportivos, enquanto se esperam mais ataques.

    May disse que o órgão independente que define o nível de ameaça, recomendou que este fosse levantado de "severo" para "crítico", depois de um homem identificado pela Polícia como Salman Abedi, ter lançado uma bomba improvisada na noite de segunda-feira, quando a multidão saía de um concerto.

--------------------------------------------


O terrorista muçulmano Saman Abedi e a vítima mais jovem:


"PURA / MALDADE "
Depois da França, das Filipinas, e de outros países, o Reino Unido entra em estado de guerra. Só que a guerra, por exemplo nas Filipinas, é contra os terroristas islâmicos. Cá na Europa, é sobretudo para proteger a sagrada liberdade de os muçulmanos chacinarem os "infiéis".
A política dos líderes europeus é escancarar as portas à invasão islâmica. Os media espalham as mais grosseiras MENTIRAS, uma verdadeira intoxicação de propaganda islamista/globalista/esquerdista. A situação é crítica, como o nível de ameaça vigente no Reino Unido.
Os próprios muçulmanos afirmam que tomarão o Reino Unido, a Europa e o Mundo:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.