quarta-feira, 30 de agosto de 2017

ONU desmente propaganda "palestina"

Esperamos ter muito mais bem a dizer (ver post anterior) sempre que a ONU proceder honestamente, para variar:

O embaixador de Israel na ONU, Danny Danon, partiu, com o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e com o vice-chefe de gabinete do IDF, Aviv Kochavi, num helicóptero, enquanto reviram a situação de segurança ao longo da fronteira de Israel com a Faixa de Gaza, 30 de Agosto, 2017. (Israel ONU / Shlomi Amsalem).

O secretário-geral da ONU, António Guterres, foi confrontado com falsas notícias 'palestinas'. A ONU e a Imprensa 'palestina' divulgaram relatos diferentes sobre o que aconteceu quando Guterres foi confrontado em Ramallah pelas mães de vários 'palestinos' presos em Israel.

A declaração veio depois de a agência de notícias oficial 'palestina' Wafa ter informado sobre a reunião. Enquanto a ONU disse que Guterres se encontrou com as mães de menores detidos, a Wafa identificou uma das mulheres presentes como Latifa Abu Hamid, cujos quatro filhos adultos estão a cumprir penas de prisão em prisões israelitas por diversos actos terroristas.

    
Um dos irmãos Abu Hamid esteve activamente envolvido no linchamento em Outubro de 2000 de dois soldados israelitas em Ramallah e outro forneceu armas durante a Segunda Intifada para ataques terroristas mortais contra civis israelitas em Tel Aviv e Jerusalém, de acordo com o órgão de monitorização dos media MEMRI. Todos foram membros activos de organizações terroristas aquando da sua prisão.

    
O relatório palestino também citou Guterres como tendo expressado simpatia pela situação dos prisioneiros, em comentários que a ONU disse serem "fabricados".

    
"Todas as citações atribuídas ao secretário-geral a este respeito são fabricadas", afirmou a ONU.

Guterres fez hoje uma viagem de helicóptero sobre a fronteira Israel-Gaza e encontrou-se com residentes das comunidades israelitas situadas perto da fronteira. Hoje, Guterres visitou Gaza.

-----------------------------

1 - Claro que isto é uma gota de água no oceano. Guterres entretanto já doou mais 4 milhões de dólares da ONU para Gaza, para "ajuda humanitária" que serão empregues integralmente em mansões e outros luxos para os líderes terroristas e em armas para atacar Israel. E já se desdobrou em salamaleques aos terroristas, como sempre, nomeadamente apelando à unidade entre o Hamas e a Fatah!!! É como apelar à unidade entre ISIS e Al-Qaeda- ver aqui. Guterres quer estar de bem com Deus e com o Diabo, como sempre.
2 - O filme que os propagandistas dos media lhe mostram está ao contrário. Gaza é apresentada como um "território martirizado pelos israelitas" - porque Israel intercepta os carregamentos de armas para os terroristas. Gaza é uma base de ataques terroristas contra Israel, e onde não se vive nada mal, com a ajuda de Israel e da comunidade internacional, que faz chover dinheiro sobre esse território. Ver por exemplo:

Gaza Goza

 E vídeos como este:
   

Estas são as crianças que vivem perto da fronteira com Gaza, e que servem de alvo aos terroristas do Hamas:
 

Visite as nossas secções Gaza e Hamas, para saber mais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.