quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Uma carta ao Al-Público



 Na sequência de:

Azarito, vampirito! 

E na sequência dos mais recentes episódios da INTIFACADA, a carta de uma leitora à senhora Wadi (a Linda Sarsour de Portugal)  do Al-Público:

 

Cara Srª Wadi: 
Os detetores foram colocados porque 2 meliantes árabes usaram um «local de oração» como armazém de armas. Se os crentes não se entendem, a autoridade tem de exercer-se. Em meados do séc. XIX, soldados otomanos estacionavam na Igreja do Sepulcro (veja Eça em «A Relíquia»).

Em Israel, como em Portugal não há detetores à porta das pessoas, só de edifícios públicos.

Ninguém entra no Monte Moriá, livremente, senão os muçulmanos -às vezes o fluxo é interrompido por que há motins. Judeus e cristãos visitam, em horas pré-determinadas e sem parar, ou rezar. Parece que o apartheid é dos muçulmanos, só eles podem rezar no topo do monte, sagrado pra Judeus e Cristãos, por ser o local de inserção do Templo judaico, que Jesus usava.

Em 48 a Jordânia ocupou o Monte até 67 -judeus não entravam para rezar no Muro; cristãos a conta gotas e pagando jizya; em 67, Israel concedeu o controle do Templo à entidade anterior -Waqf de Jerusalém.
 
Palestina? Existiu algo com esse nome antes da invenção russa dos anos 60? O nome nem se pode pronunciar em árabe, que não tem P.

'Tadinhos dos terroristas com facas e metralhadoras -inocentes? A imagem que fala de brutalidade policial: é como aquelas os mortos a rirem da foto do seu enterro? Ou a do puto a chorar pela mãe e noutra posterior com a foto encenada na mão os dois a rir!

Os habitantes árabes de Jerusalém são israelitas desde 48, ou jordanos (os que estavam na zona oriental da cidade).

Identidade Palestiniana? Quê? A zona até ao Mandato chamava-se al Cham (sul).

Colonatos? É o nome que dá ás casas dos judeus que vivem naquela terra Há mais de 3.000 anos?
 
Gaza é independente de Israel e...do Egipto -não tem infraestruturas para o povo? Mas tem Mansões para os lideres do Hamas! ou para túneis de contrabando de pessoas, drogas, armas (you name it). Aliás o Egipto já criou uma zona vazia -demolindo casas- do seu lado para controlar o crime organizado! 
Há detetores à entrada da Caaba, mas não pode haver na base do Monte Moriá?

Os terroristas e assassinos judeus estão presos por Israel; os assassinos árabes -e famílias- são sustentados com o dinheiro que a ONU e UE dão para infraestruturas... -é a diferença entre um estado de direito e um bando de facínoras
 
Cara Senhora, vá pregar as suas pós verdades para outra freguesia -aqui há quem saiba ler...

-------------------------------------------------



Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.