sexta-feira, 18 de março de 2016

Toda a profundidade da cosmovisão islâmica...


 
"Um jovem muçulmano de 26 anos, que se refugiou na Suécia aos 13 anos, assedia pessoas idosas num autocarro na Suécia. Ameaça matar pessoas se for expulso. Diz que é um mujahideen (lutador da jihad) dos Taliban e que sente a vingança no seu coração. Diz que sente raiva e que é capaz de comer carne humana. As pessoas mais velhas permitem-lhe expressar os seus pontos de vista, mas perguntam-lhe porque é que não vai lutar para o Afeganistão."

O diálogo, traduzido por nós:
 
 
Muçulmano: A minha namorada é sueca e tinha um cão. Mas eu tirei-lho.
 
E esta papelada toda… Sempre que vou ao hospital obrigam-me a preencher papéis.
 
Idoso sueco: Então porque é que veio para cá?

Porque é que estão esses soldados no meu país a matar crianças?
 
Olho por olho, dente por dente, percebem?
 
Você que é mais velho deve ter muita experiência.
 
Vou fazer 73. Sim, tenho experiência.
 
Pergunte aos africanos que não têm comida para comer.
 
E vocês comem almôndegas e batatas. Parem com isso já, porque eu tenho desejo de vingança, vingança, vingança…
Eu só critico os europeus.
 
Mas você está na Suécia.
 
Até os países dos Balcãs vos odeiam.

Agora que os vossos soldados retiraram, os taliban e os mujahedin estão de volta.

Allahu Akbar estão de volta!
 
Dizem que o Big Bang nos criou. Quem é o Big Bang? Quem disse que descendemos dos macacos?
 
Vocês agora já não nos tiram aqui da Europa. Nuca mais!
 
Já desperdicei 10 anos da minha vida aqui. Se me mandarem embora mato 10 de vocês.
 
É importante tirar a vida aos outros. Porque vocês tiraram-nos as vidas no Afeganistão e tiraram a vida às pessoas todas em África, não entendem?
 
A Suécia não tem estado muito no Afeganistão…
 
Quem é que colabora com os Americanos? Quem é que colabora com a União Europeia?
 
Se vocês estão contra a NATO, então deixem a NATO!
 
Eu amo a Somália e a África. São eles que vão correr com os vossos barcos.
 
Fora com os vossos barcos do Mediterrâneo. Fora com os vossos barcos da Arábia Saudita.
 
E esses judeus? Vocês não vêem esses judeus por aí?

Já chega...

Só morreram talvez uns 20 judeus, ao passo que nós perdemos milhões de pessoas.
 
E eu perdi o meu tio.
 
Mas de que raio está você a falar?
 
Vocês bebem álcool e a nós não nos deixam fumar cannabis. Eu quero poder fumar quanto haxixe eu queira.
 
Porque é que vocês bebem o vosso álcool? “Droga legal, droga legal”...
 
A droga legal é o álcool, que deixa as pessoas violentas. Não é o haxixe, que deixa as pessoas calmas como um rato.
 
Por favor!...
 
Estou cansado! Tenho 23 anos e tenho a vingança aqui (no coração).
 
E isso significa que sou capaz de comer pessoas agora mesmo!

Se se sente assim, deve ir para o seu país e combater.

Os meus irmãos estão lá e gritam "Allahu Akbar"!
 
Então porque é que você não vai para lá lutar ao lado deles?
 
Porque as minhas irmãs são pequenas e podem ser violadas por pessoas como vocês.
 
Eu nunca violei ninguém.
 
Violadas por pedófilos nojentos como você.
 
Eu não sou pedófilo, compreende?
 
Você não, mas no geral. Seus pedófilos!
 
Sabem porque é que eu me sinto assim? Porque nunca dormi em paz e sossego no meu país.
 
Eu vim do Afeganistão quando tinha 13 anos. Vivi com as guerras dos taliban e dos mujahedin.

Vocês comeram boa comida com manteiga e coisas. E eu comi pão e água e sou mais forte do que vocês que medem 2 metros.
 
Vocês medem 2 metros mas eu consigo matar-vos em 0 segundos. Eu tenho coração.
 
Desculpe, mas você está a cuspir-me todo…
 
Desculpa-me, avó, mas eu juro que já não consigo aguentar esta vida. É só desta gente velha e racista. É só desta gente velha, que ganha a lotaria.
 
------------------------ 
Esperamos que a transcrição deste diálogo surrealista, que ilustra o modo de "pensar" islâmico, ajude os nossos leitores a compreenderem o problema de Israel, a única democracia do Médio Oriente, que se debate, como nós, com a barbárie, a criminalidade e o terrorismo de uma população muçulmana que odeia tudo e todos quantos não sejam muçulmanos.
Esta gente, tal como os nossos doentes da Síndrome de Fourier, culpa toda a gente pelos próprios problemas, pela sua infelicidade e frustração - assim como os meninos ricos da extrema-esquerda culpam os pais, que lhes dão de comer, ou a "Sociedade", que não lhes oferece um trono e um suprimento vitalício de drogas, e não culpam a própria inépcia e o permanente estado de estupor provocado pelo haxixe. Uns foram doutrinados pelo Islão, outros pelo Comunismo.
Recordamos:
"A maioria dos muçulmanos do mundo, 53 por cento, quer lei a Sharia como lei oficial dos seus países. Cerca de 39 por cento dos muçulmanos do mundo - 365 milhões de pessoas - acreditam que os crimes de honra são um castigo justo para uma mulher que teve relações sexuais extra-conjugais. Cerca de 27 por cento, 237 milhões de pessoas, acreditam que os apóstatas devem ser executados. 
"42 por cento dos muçulmanos franceses e 35 por cento dos muçulmanos britânicos com idades entre 18 e 29 anos acreditam que os atentados suicidas contra os não-muçulmanos são justificadados."
"A comunidade judaica, especialmente os judeus israelitas, é, julgo eu, a única comunidade que comprende esta mensagem".
Raheel Raza - Activista muçulmana de Direitos Humanos


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.