quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Tamerlan Tsarnaev: triplo assassinato

As notícias sobre os atentados jihadistas islâmicos da Maratona de Boston, a 15 de Abril deste ano, continuam a chegar à Imprensa mainstream a conta-gotas. Desta vez é a MSN News, que fala de um triplo assassinato que já era conhecido, mas pouco divulgado. Muito se sabe sobre os atentados, e nem nos é possível divulgar tanta informação. O pouco que temos aqui referido está na etiqueta Atentados de Boston.


 

Um homem, que foi morto com tiros, revelou aos investigadores policiais da Florida que Tamerlan Tsarnaev esteve envolvido num homicídio triplo.
BOSTON - Tamerlan Tsarnaev, um dos suspeitos dos atentados bombistas na Maratona de Boston, foi nomeado como participante num triplo homicídio, por um homem que  foi morto a tiro ao ser questionado pelas autoridades, de acordo com uma apresentação feita pelo Ministério Público Federal no processo contra o seu irmão, o suspeito Dzhokhar Tsarnaev.
De acordo com a apresentação feita segunda-feira, Ibragim Todashev disse aos investigadores que Tamerlan Tsarnaev participou num assassinato triplo em Waltham, em 11 de Setembro de 2011.
Nesse caso, três homens foram encontrados num apartamento com o pescoço cortado e os seus corpos supostamente cobertos com marijuana. Uma das vítimas era um pugilista, amigo de Tamerlan Tsarnaev.
Todashev, um lutador de artes marciais mistas de 27 anos de idade, foi morto a tiro na sua casa em Orlando, durante um encontro com um agente do FBI e dois soldados do Estado de Massachusetts, em Maio, disseram as autoridades. Ele tornou-se violento ao ser interrogado, de acordo com autoridades.
A apresentação é uma tentativa dos promotores para impedir Dzhokhar Tsarnaev de obter determinadas informações por parte das autoridades, incluindo documentos de investigação associados aos assassinatos Waltham.
"O Governo já divulgou a Dzhokhar Tsarnaev que, de acordo com Todashev, Tamerlan Tsarnaev participou no  triplo homicídio de Waltham", escreveram os promotores. 


Segundo os promotores, a investigação em curso sobre o
triplo homicídio é motivo para não permitir o acesso de Dzhokhar Tsarnaev aos documentos que este solicita.

"Qualquer benefício para Tsarnaev saber mais sobre a exacta "natureza e extensão" do envolvimento do seu irmão, não compensa o dano potencial de expor detalhes de uma investigação em curso sobre um crime extremamente grave, especialmente nesta fase do processo" - explicaram os promotores.
(...)
As autoridades alegam que Dzhokhar Tsarnaev, 20,  e Tamerlan Tsarnaev, 26, chechenos da Rússia, planearam e executaram os atentados perto da chegada da maratona, em 15 de Abril. Três pessoas foram mortas e mais de 260 ficaram feridas.
Dzhokhar Tsarnaev enfrenta 30 acusações federais, incluindo o uso de uma arma de destruição em massa e outras 16 acusações que contemplam a possibilidade de pena de morte.
Tamerlan Tsarnaev morreu num tiroteio com a polícia entre as autoridades e os irmãos, vários dias após os atentados.

Nota 1 - Tamerlan Tsarnaev morreu atropelado pelo seu irmão, durante a fuga e tiroteio com a Polícia.

Nota 2 - Já tinhamos falado deste assassinato triplo aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.