quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Supremacista islâmico tenta raptar menina de 4 anos em Espanha

O nosso post mais popular de sempre chama-se "Libertar Israel, Portugal e Espanha", e nele explicámos que na óptica dos supremacistas islâmicos, Israel, Portugal e Espanha, por já terem sido ocupados pelos muçulmanos, serão eternamente terra islâmica. Acham-se na obrigação moral de «libertar» Israel, Portugal e Espanha das garras dos «infiéis», e devolvê-los à luz do Islão:



Explicámos também que a Espanha está em acelerado processo de islamização, e que a nós tem valido estarmos em profunda crise financeira, ou já estaríamos assim:

 Também temos mostrado este vídeo, no qual supremacistas islâmicos se manifestam nas ruas pela «libertação» da Península Ibérica, o Al-Andalus, que, na mitologia islâmica, foi um paraíso...


Vão "invadir este lugar"  Os supremacistas islâmicos claramente já cá estão!
Espanha: muçulmano tenta sequestrar menina de 4 anos, dizendo: "Nós vamos invadir este lugar, vamos educar os seus filhos, o Islão será imposto ao Al -Andalus"
por Cheradenine Zakalwe para o Islão Versus Europa, 23 de Outubro     
A polícia local de Motril (Granada) prendeu um homem de 52 anos que tentou sequestrar uma menina de 4 anos de idade, depois de entrar numa escola local, gritando: "Nós vamos invadir este lugar, vamos educar os vossos filhos, o Islão será imposto ao Al-Andalus".

    
De acordo com informações do
conselho da cidade de Motril, o incidente ocorreu às 08:45 horas de hoje na
Escola Ave Maria de Varadero, quando o homem, que adquiriu a nacionalidade espanhola, mas é de origem marroquina, invadiu o estabelecimento e pegou na menina pelo braço, tentando sequestrá-la.

    
Foi o pai da menina que, depois de uma pequena luta, conseguiu resgatá-la e entregá-la a um dos professores, que exigiu que o atacante deixasse o local.

    
Quando ele se recusou, o pai pegou no homem, levou-o para fora da escola e imobilizou-o. O homem, entretanto preso, atingiu o pai com vários golpes.

Enquanto isso, milhares e milhares de portugueses e de espanhóis acorrem, encantados, aos festivais islâmicos, ansiando pelo dia em que viverão em tendas faustosas, cheios de odaliscas, a fumar narguilés, a passear de tapete voador, finalmente livres da sociedade capitalista e opressora, e mergulhados no "mágico e misterioso" Islão...

4 comentários:

  1. Gostei do cartoon com a frase do Bin Laden! Muito bom!

    ResponderEliminar
  2. Eles não vêm para cá que vocês fodem isto tudo sozinhos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vocês quem, Gulev? Nós, aqui no blog Amigo de Israel, temos o cadastro limpo. Não somos terroristas, caro amigo. Refere-se aos judeus? Se tem PROVAS de alguma conspiração global judaica, apresente-as. Os comunistas soviéticos, o Hitler e os muçulmanos (o Hitler era muçulmano, aliás), chacinaram milhões de judeus com ess acusação, mas PROVAS, nunca aporsentaram nenhuma. A não ser o ódio que têm aos judeus.

      Passe bem,

      Israel Bloom

      Eliminar
  3. Deviam fazer uma guerra de fato contra os grupos terrorista, não essa palhaçada que Obama fez na siria e iraque se limitando a auxiliar os ditos atores locais. Nas terras ocupadas pelo daesh devia ter tido uma ação de fato das tropas americanas, pois ali é uma exceção á regra por se tratar de grupos criminosos bem armados. Eles disseram que vão capturar até roma e eu não me atrevo a duvidar deles e nem achar graça.

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.